[Érico Cozinha] Ceviche

Tá bom que esse verão tá meio estranho, mas ainda estamos tendo bastante calor!

Essa receita combina muito com o verão, porque além de ser deliciosa é super leve, refrescante, diferente e muuuuuito fácil de fazer!  E é por isso que homens, práticos, podem se identificar muito com essa receita, assim como o Érico, meu namorado, que há muito tempo queria fazer uma receita pro blog.

O ceviche é original do Peru e consiste em “cozinhar” um peixe branco em limão. Depois de um pouquinho de tempo dessa marinada, o limão que entrou em contato com o peixe fica esbranquiçado, e aí recebe o nome de “leche de tigre”. Por lá, um dos temperos usados também é o coentro, mas como o Érico não curte muito (coentro: ame ou odeie), substituímos por cheiro verde e abrasileiramos um pouco. 😉

CEVICHE
Rendimento: 2 porções generosas

bloggif_56ad5104733fc

Ingredientes:
400g de filé de saint peter (ou qualquer peixe branco firme, sem espinhas)
2 limões
1/2 cebola roxa cortada em fatias bem finas
Pimenta dedo de moça a gosto
Salsinha e cebolinha a gosto
Sal a gosto
2 colheres de sopa de azeite

  • Corte o filé do peixe em cubos médios e coloque em um refratário (IMPORTANTE! O peixe precisa ser fresco, se for congelado, a textura da carne pode ficar não tão boa)
  • Adicione ao peixe o suco dos dois limões e misture.
  • Leve para a geladeira por 10 minutos

[CEVICHE] Cortando o peixe

  • Retire o peixe da geladeira e adicione a cebola, a pimenta cortada em cubinhos bem pequenininhos (se não quiser muito apimentado, tire as sementes de dentro), a salsinha e cebolinha picadas e o sal.
  • Misture com as mãos delicadamente e por fim adicione o azeite.

IMPORTANTE! Depois de misturar com as mãos, lave-as muito bem com água e sabão e evite exposição ao sol, já que você mexeu com limão (e pode gerar queimaduras bizarras!)

[CEVICHE] Temperos

E é isso! Sério, acabou! Já pode servir, aliás deve servir! Pra acompanhar você pode usar aqueles nachos sem tempero, um purê de batata doce ou milho.

[CEVICHE] Fotos Finais

Aproveita esse verão, as viagens pra praia, compra um peixinho e faz essa receita que demora 10 minutos pra ser preparada e vai te surpreender com o sabor! Quando fizer, tira uma foto e coloca a #2pitadasdemari pra gente ver também!

Pitadinhas de Mari E.

Anúncios

[Receita 2 em 1] – Salmão (com ou sem shimeji) no papelote

Semana passada me falaram (Obrigada tia Stela! 🙂 ) Sobre fazer um delicioso salmão usando a técnica do papelote. Eu já tinha ouvido falar nessa técnica e fiquei muito interessada em colocar em prática.

O resultado foi um peixe saborosíssimo e macio –  e o melhor de tudo: sem cheiro de peixe pela casa! \o/

finalizacao

Ingredientes

Salmão com pele (1 posta por pessoa é suficiente)

Sal à gosto

Pimenta moída na hora (se não gostar não precisa colocar )

1 colher de sopa de azeite (por papelote)

1 colher de sopa de vinho branco (por papelote)

Shimeiji (opcional)

1 colher de sopa de shoyo (se você optou por colocar o shimeji)

Modo de preparo

Em um folha grande de papel alumínio, colocar algumas gotinhas de azeite e colocar o salmão em cima dessas gotinhas. Temperar os dois lados do salmão com o sal e a pimenta.

salmao 1

Colocar os líquidos (vinho e azeite) e fazer uma trouxinha dobrando as laterais do papel alumínio de forma que ela fique alta e cor ar dentro. É muito importante que a trouxinha esteja bem fechada para o vapor não sair.

IMG_0153_Fotor_Collage

Se você optar por colocar o o shimeiji (que eu amoooo ♥ ) coloque por cima do salmão já temperado com sal e pimenta e acrescente todos os líquidos (vinho, azeite e shoyo) por cima do shimeji.

Aqui temos a opção de fazer uma trouxinha só com shimeji – o que também fica uma delícia e por isso chamei de receita 2 em 1!

Shimeji

Coloque as trouxinhas em uma forma e leve ao forno pré aquecido 200ºC por aproximadamente 15 minutos.

Quando tirar do forno, cuidado ao abrir os papelotes que estarão cheios de vapor.

Retire o peixe do papelote com muito cuido para não quebrar (ele estará muito macio). A pele no salmão ficará grudada na folha de alumínio \o/ e dentro do papelote estará além dessa pele um líquido riquíssimo em sabor e delicioso! Coloque esse líquido em cima do salmão para servir.

palelote aberto

Aqui em casa eu servi com brócolos cozido e batatinha noisette que eu comprei pronta e congelada e fiz na Air Fryer (pode ser feita no forno ou frita também).

salmao final

Agora é sua vez, já pra cozinha e depois não esqueça de postar no insta e no face com a hashtag #2pitadasdemari

AAAAAA estamos esperando seus comentários aqui em baixo também 😉

Pelas mãos de Mari C.